Caixa de Pássaros (Josh Malerman)

Mais uma dica literária hoje aqui no blog. Pra quem me acompanha no canal literário que complementa o blog ( clica aqui ), já estava sa...


Mais uma dica literária hoje aqui no blog. Pra quem me acompanha no canal literário que complementa o blog (clica aqui), já estava sabendo dessa resenha, pois vocês sabem que as resenhas de livros tem saído antes por lá, para depois serem montadas e publicadas por aqui.

O livro de hoje é o "Caixa de Pássaros" do autor Josh Malerman, é um gênero diferente dos últimos que tenho mostrado como indicação pra vocês, dessa vez eu trouxe esse suspense, para variar um pouco as coisas, mas li esse livro em Fevereiro, comprei ele lá em Garopaba, nas férias do Carnaval, mencionei ele no post sobre Garopaba, que vocês podem conferir clicando aqui.

"Mas enquanto gira a manivela, Felix sente um medo talvez grande demais para ser controlado. O balde, pensa ele, está um pouquinho mais pesado do que de costume.
NÃO está mais pesado! Puxe o balde para CIMA e VOLTE para a casa AGORA!"

Caixa de pássaros é um livro de suspense, que se passa em um mundo pós apocalíptico, portanto eu considerei ele como um suspense distópico. No livro é contado a história da Malorie, uma das poucas sobreviventes de uma catástrofe.


O livro começa a ser contado no presente, onde Malorie, precisa sair do lugar onde vive com seus filhos, para um lugar onde ela acredita ser mais seguro. Depois o livro nos remete ao que aconteceu antes de tudo, no passado, dias antes de tudo virar um caos, bem quando Malorie descobre estar grávida e as primeiras notícias estão passando na televisão, onde sua irma Shannon assist e fica preocupada. Malorie é daquele tipo de pessoa que não acredita no que estão falando, por achar que a televisão está sendo sensacionalista demais e que a coisa não tem tamanha proporção. A televisão dizia que as pessoas viam alguma coisa, que ninguém sabia o que era, ou como era, mas que em seguida que elas viam essa "criatura", isso afetava o seu psicológico e as faziam ficar loucas, matando outras pessoas, se machucando e no final se matando, normalmente de formas cruel. Pouco tempo depois, ainda na casa de Malorie, ela houve um barulho e vai ver o que é, achando que sua irmã derrubou alguma coisa e esta machucada, mas quando ela chega no quarto, vê sua irmã morta e perto da janela, ela logo deduz que sua irmã viu a tal "criatura" e que por isso morreu, mesmo abalada, ela toma uma decisão, ir para um lugar mais seguro, porém se as pessoas só morrem quando veem a tal "criatura", ela decide ir de olhos fechados a maior parte do caminho, tapando a visão muitas vezes com a mão. A partir dai ela faz tudo com olhos fechados, vendados, dirige carro, rema, busca alimentos e água. O livro mostra outros personagens e faz essa narrativa em terceira pessoa passando pelo presente e pelo passado, para explicar como Malorie chegou até ali viva e com filhos, porque ela sobreviveu e como.


Em "Caixa de Pássaros" o suspense sobre o que faz as pessoas enlouquecerem é mantido durante todo o livro, te fazendo querer ler cada vez mais páginas e saber o que está fazendo as pessoas ficarem loucas e se matarem. A escrita é fácil de entender e fácil de ler, ela flui rapidamente. A margem e o espaçamento das linhas são ótimos, além disso o livro possui folhas amarelas, o que é ótimo para os nossos olhos.


Essa é uma ótima dica de livro para vocês que não gostam muito de romance ou Chick Lit, espero que tenham gostado e pra quem quiser saber em primeira mão o que estou lendo, me sigam no Instagram (@frescurasdemulherzinha) e também no Skoob (Grazielle Lemos), pois nessas duas redes sociais atualizo assim que pego um novo livro pra ler.
Beijos e até a próxima.





Já seguem o blog nas redes sociais?

Você poderá gostar também de...

0 comentários

SIGA @FRESCURASDEMULHERZINHA